Vice-presidente do Facebook é preso em São Paulo

O que acontece no Brasil?  O vice-presidente do Facebook para América Latina, o argentino Diego Dzodan, foi preso nesta terça-feira pela Polícia Federal no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. De acordo com a PF, a ordem de prisão foi expedida pelo juiz Marcel Maia Montalvão, da comarca de Lagarto, no Sergipe. 

O magistrado alega descumprimento de ordem judicial em investigações que tramitam em segredo de Justiça e que envolvem o crime organizado e o tráfico de drogas. Dzodan é o representante da rede social no Brasil.

De acordo com a assessoria de imprensa da comarca de Lagarto, a Justiça determinou que o aplicativo de mensagens WhatsApp, que pertence ao Facebook, quebrasse o sigilo de conversas trocadas entre integrantes de uma quadrilha de tráfico de entorpecentes, mas a empresa não cumpriu a decisão. 



Em razão disso, foi determinada uma multa de 50.000 reais, que depois foi elevada para 1 milhão de reais e, mesmo assim, a empresa não cumpriu a decisão. O juiz Marcel Montalvão, então, determinou o bloqueio de contas bancárias do Facebook no Brasil – os valores fazem parte do sigilo – e, como o Facebook ainda assim não atendeu à determinação do magistrado, o mandado de prisão preventiva foi expedido. 

Dzodan está prestando esclarecimentos na Superintendência da corporação em São Paulo, segundo a PF, “onde permanecerá preso à disposição do juízo da Comarca de Lagarto”.

SHARE ON:

Hello guys, I'm Tien Tran, a freelance web designer and Wordpress nerd. Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusantium doloremque laudantium, totam rem aperiam, eaque ipsa quae.

    Blogger Comment