Dilma Rousseff pode perder o cargo de presidente da república a qualquer momento

Após semana tensa, manifestações populares, pedidos de impeachment e pedidos de afastamento da presidente por parte da oposição marcam o dia.

Um dia após a divulgação da delação de Delcídio de Amaral, Lula foi levado coercitivamente para depor na operação Lava Jato. Em meio à repercussão nacional, a presidente da república, Dilma Rousseff, usou o fim da tarde dessa sexta-feira, 4, para fazer um pronunciamento em rede nacional de rádio e TV.


Discurso pronto e duvidoso

Em discurso contraditório, Dilma se defendeu detalhadamente de uma acusação que ela diz não existir. Entrou em detalhes sobre a CPI dos Bingos e mostrou total desunião entre os companheiros petistas nessa fase 'difícil', deixando claro que 'o Lula que se defenda' e 'Em 2006 eu não era a presidente'. As falas de Dilma, evidenciaram que em um momento ruim para ela e para Lula, os dois se distanciaram e agora é cada um por si nos próximos dias.

Consequências da semana tensa do PT e cia

Com a repercussão da delação 'fictícia' que foi negada até mesmo por Delcídio após a divulgação da revista 'Isto É' e da cobertura feita pelo 'Jornal Nacional' na noite de ontem, 3, a OAB decidiu analisar a delação de Delcídio e se for confirmada as declarações, farão um novo pedido de impeachment de Dilma.

Informações: BlastingNews

SHARE ON:

Hello guys, I'm Tien Tran, a freelance web designer and Wordpress nerd. Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusantium doloremque laudantium, totam rem aperiam, eaque ipsa quae.

    Blogger Comment