Brasil tem maior carga tributária do mundo sobre compra de veículos novos

Cerca de 54,8% do preço de um veículo novo no Brasil vai para os cofres do governo, As informações são da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores).

Isso mesmo, mais da metade do valor total de um veículo é de impostos, no Brasil.

Pra se ter uma ideia, no nosso vizinho do lado, a Argentina, a carga tributária sobre compra de veículos novos não passa dos 21 %.



A carga tributária em outros países é bem inferior ao peso do imposto brasileiro. Segundo estudo comparativo publicado no anuário da Anfavea, o menor imposto é o norte-americano (6,1%), seguido por Japão (9,1%), Espanha (15,3%), Alemanha (16%), França (16,4%), Itália (16,17%) e Reino Unido (16,7%).

Os impostos embutidos na compra de um veículo novo no Brasil são:

IPI (Imposto sobre Produtos industrializados), ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), PIS (Programa de Integração Social) e Cofins (Contribuição para Financiamento da Seguridade Social)

O portal Estadão divulgou como ficaria o preço de alguns veículos sem os impagáveis impostos que consomem mais da metade do preço de um veículo no Brasil, Confira:

O Chevtrolet Onix, iria de R$ 38.990 para R$ 17.623

Chevrolet Prisma iria de R$ 45.190 para R$ 20.425

Golf passaria de R$ 74.590 para R$ 33.714

Corolla, sedã médio, baixaria de R$ 68.740 para R$ 31.070

Fiat Weekend teria seu preço reduzido de R$ 51.620 para R$ 23.332

Jeep Renegade passaria de R$ 68.990 para R$ 31.183

Informações: RevoltaBrasil

SHARE ON:

Hello guys, I'm Tien Tran, a freelance web designer and Wordpress nerd. Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusantium doloremque laudantium, totam rem aperiam, eaque ipsa quae.

    Blogger Comment