Prestes a ser afastada, Dilma depena os cofres públicos e tenta impor a farsa de 'novas eleições'

Isso significa que esta semana é a semana derradeira, e diante de tudo o que está rolando, várias coisas estão claras, quem tem olhos que veja, quem tem cérebro que raciocine:

- Dilma quebrou o país como quebrou a lojinha de R$ 1,99. E ainda está, à mando do Brahma, na tática de Terra Arrasada, dependendo o que sobra dos arrombados cofres públicos.

- Claro, ela não fez isso tudo sozinha. Ela teve aprovação do congresso bandido que antes aprovou os rombos, e que agora se revoltou contra.

- Ainda, Dilma teve o favor da vista grossa feita por Temer, pela oposição e pelos caroneiros de plantão como Marina Melansilva, Ciro Corno Gomes e outros, que mesmo vendo 'a cagada' pouparam críticas, ações e deixaram rolar. 

- Claro, também não se pode esquecer do chefe da quadrilha, o Lula Brahma da Silva. Ele é quem arquitetou toda essa destruição econômica, crente de que voltaria numa boa, como o 'pai dos pobres, salvando o Brasil da crise' em 2018. (Só não contava com um certo juiz Moro e uma Lava Jato no meio do caminho).

- Agora, diante do Brasil quebrado e vendo que vai pro pau, sendo afastada dia 12/05 ou dia 13/05, cassada em até 180 dias, e quem sabe até presa junto de Lula depois, ou pela Lava Jato ou pela Zelotes, Dilma quer, à mando de Lula e dos cupinchas corruptoptas, impor A FARSA DAS ELEIÇÕES DIRETAS, OU NOVAS ELEIÇÕES.



Sim, é um golpe. Uma farsa.

Se conseguir enfiar isso goela abaixo no povo catatônico e desiludido, Dilma não só vai poder botar Lula no poder outra vez, como todos os corruptopatas do congresso com a cara de pau de 'lavou, tá novo'.

SHARE ON:

Hello guys, I'm Tien Tran, a freelance web designer and Wordpress nerd. Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusantium doloremque laudantium, totam rem aperiam, eaque ipsa quae.

    Blogger Comment